quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Convite

Abertura da exposição "Pobreza e assistência social no Estado Novo".


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Vila Real pela objectiva de AM [Pires Cabral]


CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 24)
"Vila Real pela objectiva de AM"

terça-feira, 11 de julho de 2017

Amphibia



Um breve documentário do Museu do Som e da Imagem, estreado em 2013 na Bolsa de Turismo de Lisboa.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Circuito de Vila Real, 1932


CIRCUITO DE VILA REAL, 1932.
Fotógrafo: Filipe Borges Júnior (1892-1982).
--------------------
O fotógrafo amador Filipe Borges Júnior nasceu em Vila Real, em 1892. A sua vida é praticamente indissociável da do seu irmão gémeo, José Manuel Borges Júnior, com quem manteve sempre uma cumplicidade umbilical. De resto, os gémeos Borges, entre muitas outras coisas, partilharam a frequência do curso de Engenharia, que concluíram no Porto, e uma carreira profissional nas Obras Públicas, envolveram-se na fundação do Sport Clube e do Circuito de Vila Real, dividiram o interesse pelo coleccionismo, pelas artes, pela arquitectura, pela heráldica, pelos desportos motorizados e, de certa maneira segurando tudo isto, pela fotografia.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

O Museu fora de portas

Está patente na Agência de Ecologia Urbana a exposição "Biodiversidade de Vila Real: uma abordagem fotográfica", numa organização conjunta com o Museu do Som e da Imagem.


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Convite

Abertura da exposição "Vila Real pela objectiva de AM".


Memórias dos Bombeiros de Salvação Pública



CADERNOS DO MUSEU DO SOM E DA IMAGEM (n.º 23)
"Memórias dos Bombeiros de Salvação Pública: Nos 120 anos dos Bombeiros Voluntários de Salvação Pública e Cruz Branca de Vila Real"

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Vila Real, 1950



VILA REAL, 1950.
Sinaleiro do Largo de S. Pedro.
Fotógrafo: José Aguilar (1913-1981).
--------------------
José Maria Saraiva de Aguilar nasceu em 1913, em Vila Nova de Foz Coa, e faleceu em 1981, em Vila Real. Advogado, professor, escritor de mérito, desportista e dirigente desportivo, entre as suas múltiplas facetas também estava a de fotógrafo amador.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Vila Real, 1970



VILA REAL, 1970.
Fotógrafo: Tavares da Fonseca (1908-1992).
--------------------
O fotógrafo Alexandre Tavares da Fonseca nasceu em Oliveira de Azeméis, em 1908. Como repórter fotográfico, trabalhou n'O Comércio do Porto e no Jornal de Notícias. Foi também inventor e cineasta.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Vila Real, 1952



VILA REAL, 1952.
Retrato de duas crianças.
Fotógrafo: Ilídio Gomes de Sousa (1906-1965).
--------------------
Ilídio Gomes de Sousa, sargento e músico do Regimento de Infantaria 13, fundou a Foto Brasil, em Vila Real, no início da década de 1950. O Sargento Ilídio, como era publicamente conhecido, nascera em Chaves, em 1906, onde aprendera a arte da fotografia com o prestigiado fotógrafo Alberto Alves. Na Foto Brasil trabalharam diferentes gerações de fotógrafos, até ao encerramento da casa, em 1998.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Vila Real, 1959



VILA REAL, 1959.
Banda de Música da Portela.
Fotógrafo: Aquiles de Almeida (1902-1983).
--------------------
O fotógrafo amador Aquiles de Almeida, funcionário público, foi um importante coleccionador vila-realense. Dedicou-se ainda, para além da fotografia, aos Bombeiros da Cruz Branca, ao associativismo e ao teatro amador. Foi durante muitos anos o ensaiador principal dos saraus do 1.º de Dezembro.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Estatísticas de 2016

Em 2016, o Museu do Som e da Imagem recebeu 15580 visitantes.


domingo, 15 de janeiro de 2017

Vila Real, 1962



VILA REAL, 1962.
25.ª Volta a Portugal em Bicicleta.
13.ª etapa. Covilhã – Vila Real.
Junto à meta, na Avenida 1.º de Maio.
Fotógrafo: Viseu Caldeira (1918-1980).
--------------------
Nascido no Porto, o fotógrafo Manuel Viseu de Azevedo Caldeira iniciou a sua carreira realizando reportagens fotográficas para O Volante. Em 1956 entrou para os quadros do Jornal de Notícias, onde atingiu a categoria de Chefe de Reportagem Fotográfica. Durante toda a vida demonstrou sempre um grande interesse por competições desportivas, em particular pelo ciclismo, cobrindo mais de duas dezenas de edições da Volta a Portugal. Como reconhecimento deste percurso, em 1977 a Associação de Ciclismo do Porto homenageou Viseu Caldeira, entregando-lhe a Medalha de Prata de Bons Serviços.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Memórias dos Bombeiros de Salvação Pública


Inaugurou-se no dia 6 de Janeiro de 2017 a nova exposição do Museu do Som e da Imagem, Memórias dos Bombeiros de Salvação Pública, ficando patente até Março de 2017, todos os dias, entre as 14h00 e as 24h00. Com a exposição foi lançado o número 23 dos Cadernos do Museu do Som e da Imagem, álbum também dedicado aos 120 anos dos Bombeiros Voluntários de Salvação Pública e Cruz Branca de Vila Real.

Vila Real, 1950


VILA REAL, 1950.
Capela de Santo António, ao Pioledo, pouco antes de ser demolida.
Fotógrafo: Marius (Mário Rodrigues da Silva, 1905-1983).
---------------
Mário Rodrigues da Silva (Marius, de seu nome artístico) foi um dos mais importantes fotógrafos de sempre em Vila Real. A profunda relação que mantém ao longo da vida com a fotografia começa quando, ainda adolescente, seu pai lhe oferece uma máquina fotográfica adquirida durante uma viagem a França. Alfredo Rodrigues da Silva, o pai, era um comerciante de fazendas com loja aberta na Rua Central. E é nesse estabelecimento que, poucos anos depois, o jovem Mário cria um pequeno balcão onde recebe as primeiras encomendas fotográficas, na companhia de um irmão mais novo. E assim nasceu a Foto Marius, a partir desse atelier fotográfico que rapidamente foi crescendo.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Convite

Abertura da exposição "Memórias dos Bombeiros de Salvação Pública".